Escola Superior - Notícias

01/07/2021

[Encontro on-line] Organização criminosa PCC: análise político-criminal e dogmático-penal

O Ministério Público do Paraná, por meio da Escola Superior, em parceria com a Coordenadoria de Segurança Institucional, vinculada à Procuradoria-Geral de Justiça do MPPR, realizará encontro on-line que discutirá as consequências sociais e dogmático-penais do reconhecimento do PCC como organização criminosa, no dia 17 de agosto, às 10 horas.

O evento busca analisar as propostas para o enfrentamento de tal facção criminosa, além de se promover uma reflexão a respeito dos impactos dela na Segurança Pública e na Segurança Institucional. A proposta, que faz parte da programação da “II Semana da Segurança Institucional do MPPR”,  contribuirá para a consolidação da cultura de segurança institucional como um dos fundamentos da Política de Segurança Institucional do CNMP. 

Convidado:

João Santa Terra Júnior  -  Promotor de Justiça no MPSP. Doutorando em Direito Penal na Universidade de Salamanca/Espanha, mestre em Direito Penal pela Universidade de São Paulo - Largo São Francisco. É professor em pós-graduações de Direito Penal e Processo Penal. Foi integrante do Gaeco de 2007 a 2017 e assessor do Caop Criminal, bem como coordenador de Segurança Institucional do MPSP de 2016 a 2018.

Público:

Membros do MP brasileiro. 

Parceria:

Coordenadoria de Segurança Institucional do MPPR.

Certificado:

Os certificados serão disponibilizados àqueles que obtiverem no mínimo frequência de  80% no curso.

Serviço:

Data: terça-feira, 17 de agosto de 2021

Horário: 10 horas

Inscrição: 

O link para a sala virtual será encaminhado para o endereço de e-mail da inscrição e não poderá ser compartilhado. É obrigatório o uso do e-mail institucional (o mesmo utilizado na inscrição) para acessar a sala e para fins de certificação. 

Clique aqui para se inscrever

Clique aqui para informações sobre o próximo encontro da “II Semana da Segurança Institucional do MPPR”, no dia 18 de agosto, voltado para membros e para servidores do MPPR.

 

Recomendar esta notícia via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem