• Escola Superior do MPPR

Notícias

18/04/2022

[Direito e Literatura] Não há impunidade no mundo de Shakespeare

Razão, justiça, desejo e poder, elementos tão latentes da natureza humana são explorados por William Shakespeare em sua obra Macbeth, tema da live sobre Direito e Literatura realizada pela Escola Superior do MPPR, com José Garcez Ghirardi, professor de Direito da FGV-SP, e André Peixoto de Souza, professor de Direito da UFPR, no dia 28 de abril de 2022, às 10 horas.

Nesta obra o dramaturgo inglês trabalha com habilidade estas ambivalências onde podemos perceber como o desejo pelo poder, paradoxalmente, governa e desgoverna a razão humana. A ambição incontrolável por poder e a vontade de realização que imaginamos conseguir por meio dele nos deixam sujeitos a sentimentos e atitudes indefensáveis perante a ‘lei de Deus’ e a lei dos homens.

É a sociedade que nos impõe limites para o controle desses instintos, em um esforço de tornar possível a convivência. Dessa forma, faz-se a outorga de poderes a membros da sociedade, em busca de uma convivência, a princípio mais harmoniosa e pacífica. 

Nesta dinâmica pelo poder, a representação da criminalidade em Shakespeare vem acompanhada pelo restabelecimento da ordem, em uma busca pela justiça empreendida pelos defensores da moral. 

O palco construído pelo autor em muito se assemelha às cenas do cotidiano do mundo moderno, nos possibilitando entender o mundo de hoje. Como as dinâmicas do desejo, expressas pelos vários Macbeths dos dias de hoje, podem ou devem ser limitadas pelo poder coercitivo da lei?
 

Convidados

José Garcez Ghirardi

Professor da FGV Direito SP. Pós-doutorado no Collège de France, Chaire État Social et mondialisation, e na UNICAMP. Mestre e Doutor em Estudos Linguísticos e Literários em Inglês pela Universidade de São Paulo. Coordenador do projeto CAPES-Print/FGV "O Direito na Era Digital". Coordenador do Observatório do Ensino do Direito da FGV Direito SP. Adjunct Faculty da Gonzaga Law School (WA/EUA), onde lecionou os cursos Jurisprudence and the Arts e Political Economy of Law and Development. Foi pesquisador visitante na Wayne State University (Detroit-MI, EUA). É autor, entre outras obras, de “Prisões, Bordéis e as Pedras da Lei: Ensaios em Arte e Direito” (Del Rey, 2020), “O Mundo Fora de Prumo: Transformação Social e Teoria Política em Shakespeare” (Almedina, 2011) e “O Instante do Encontro: Questões Fundamentais para o Ensino Jurídico” (FGV, 2012).

André Peixoto de Souza

Doutor e Mestre em Direito do Estado pela UFPR. Doutor em Filosofia, História e Educação pela UNICAMP. Professor de Direito da UFPR, UNINTER e UTP. Professor de Filosofia e História do Direito na Escola da Magistratura do Paraná (EMAP) e no Instituto de Criminologia e Política Criminal (ICPC). É autor, entre outras obras, de “Rito do júri comentado: artigos 413 a 497 do Código de Processo Penal” (Intersaberes, 2021), “Psicologia Jurídica” (Intersaberes, 2020) e “Teses sobre homicídio” (Canal Ciências Criminais, 2017).

Público

Integrantes do MP brasileiro e comunidade.

Parceria 

Fundação Getulio Vargas - FGV-SP

Universidade Federal do Paraná - UFPR

Academia Paranaense de Letras Jurídicas

Escola Nacional do Ministério Público - ENAMP

Colégio de Diretores de Escolas e Centros de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional dos Ministérios Públicos do Brasil - CDEMP

Anote na agenda

Data: 28 de abril de 2022

Horário: das 10h às 12h

Link de transmissão

Recomendar esta notícia via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem